Seja notificado de novas mensagens. Ativar notificações da área de trabalho.

Amanda Belmont

Nutricionista | Especialização em Nutrição Clínica
CFN-11215
Total de Leituras: 18,260
voltar

Amanda Belmont

Nutricionista | Especialização em Nutrição Clínica
CFN-11215

Acad. Bruna Canello Boeira

Acadêmico de Medicina - UCS (Caxias do Sul-RS)
10938 visualizações - 05/07/2020
2 minutos de Leitura

Bebês podem tomar chás?

Culturalmente, no Brasil, ouvimos que: para acalmar os bebês, melhorar as dores de barriga e deixá-los mais confortáveis para dormir, um bom chazinho auxilia. Muitas famílias têm esse costume e, na grande maioria dos casos, percebemos resultados positivos com o uso. Mas será que é recomendando dar chás para bebês?

 

A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde orientam que, até os 6 meses, a alimentação deve ser exclusiva com aleitamento materno, já que o leite é composto por substâncias extremamente competentes em manter o bebê hidratado, nutrido e saciado. Além disso, nos primeiros 6 meses de vida, o sistema imunológico do pequeno ainda não está totalmente formado, o que pode facilitar reações alérgicas na introdução de qualquer outra fonte que não o leite materno, incluindo os chás.

 

Passada essa fase, a introdução dos chás em pequenas doses, em temperatura ambiente, bem diluído e em pouca quantidade, passa a não ser mais completamente descartada.

Adoçar o chazinho está contraindicado, já que o açúcar é uma caloria vazia (não possui nutrientes) e estimula o paladar doce. Ademais, predispõe o aparecimento de cáries, prejudicando a saúde bucal do pequeno.

Mas quais chás podemos introduzir na alimentação do bebê?

As ervas mais seguras e indicadas para bebês, após os seis meses, são:

    · Erva-doce;
    · Erva-cidreira;
    · Camomila;
    · Hortelã.

 

É extremamente recomendado não utilizar chás que contenham cafeína, como o chá mate, preto e verde, pois além de serem estimulantes, dificultam a absorção de ferro e cálcio.

 

Lembrando que a prioridade nessa fase é continuar com o aleitamento materno, seguido da introdução dos novos alimentos e consumo diário de água - eventualmente oferecer os chás.

 

Dê preferência à introdução deles na alimentação do seu filho após o primeiro ano de vida já que, antes disso, a escolha da introdução alimentar junto ao leite materno já compõem o necessário para sua saciedade e bem estar.

 

Referência:

Manual de Alimentação - Sociedade Brasileira de Pediatria - 2018 - Departamento de Nutrologia.



Palavras-chave:

  • bebês
  • chá
  • alimentação
  • 6 meses
  • nutrição

Qual sua avaliação para o texto acima?