Seja notificado de novas mensagens. Ativar notificações da área de trabalho.

Abby Branchini Chacón

Nutricionista | Especialização em
CFN-10117
Total de Leituras: 2,557
voltar

Abby Branchini Chacón

Nutricionista | Especialização em
CFN-10117

Acad. Antoni Antunes De Souza

Acadêmico de Nutrição - FSG (Caxias do Sul-RS)
351 visualizações - 25/08/2020
3 minutos de Leitura

Papel da proteína no emagrecimento

Posição da Imagem:
A proteína é um macronutriente formado por aminoácidos e desempenha um papel importante no desenvolvimento de células, tecidos e hormônios, além da construção e manutenção de todos os nossos órgãos e tecidos. A recomendação diária de proteína preconizada pelo "Dietary Reference Intakes" (consumo dietético recomendado) aborda em torno de 0,8 gramas de proteína por kg de peso. Um estudo publicado pelo Journal of Obesity & Metabolic Syndrome apresenta evidências de que dietas levemente hiperproteicas com fornecimento entre 1,6 e 1,7  de proteína por kg de peso, apresentaram eficácia no processo de emagrecimento. A explicação para tal efeito é simples: proteínas possuem lenta digestão, o que aumenta a saciedade e consequentemente, auxiliam na adesão do plano alimentar, além de estimularem a liberação de hormônios, como a leptina, que induzem a redução da ingesta alimentar. 
 
A proteína também é o macronutriente que demanda um maior gasto de energia para ser digerido, havendo benefícios no aumento do  GET (gasto energético total). Quando se fala em efeito termogênico, das calorias consumidas através das proteínas, 27% são usadas no processo de digestão. The Journal of Nutrition publicou um estudo que sugere que dietas ricas em proteínas diminuem a termogênese adaptativa, alteração metabólica comum em dietas restritivas que leva à redução dos componentes do gasto energético total, que facilitaria a manutenção do emagrecimento. 
No emagrecimento, a proteína auxilia na redução da gordura corporal ao aumentar a saciedade e o gasto energético diário, e também melhora a composição corporal preservando e/ou aumentando a massa muscular. Mas ressaltamos que todos os macronutrientes (carboidrato, proteína e lipídeos) são importantes para um emagrecimento saudável. Em outro estudo, indivíduos com obesidade foram acompanhados durante 50 dias, com uma dieta de 50% de ingestão de carboidratos, e houve uma maior perda de gordura e manutenção da massa magra, mesmo em períodos de deficit calórico, isto ocorre, pois o carboidrato, tem um efeito poupador de proteínas, já que ele é preferencialmente utilizado para geração de energia, além de aumentar a adesão ao planejamento alimentar. Por isso, para um emagrecimento saudável é importante uma dieta balanceada com todos os macronutrientes bem distribuídos. 

 


REFERÊNCIAS:
Moon J, Koh G. 2020 Clinical Evidence and Mechanisms of High-Protein Diet-Induced Weight Loss 

The Journal of Nutrition, Volume 150, Issue 3, March 2020 - High Compared with Moderate Protein Intake Reduces Adaptive Thermogenesis and Induces a Negative Energy Balance during Long-term Weight-Loss Maintenance in Participants with Prediabetes in the Postobese State: A PREVIEW Study

Yang MU, Van Itallie TB. Composition of weight lost during short-term weight reduction. Metabolic responses of obese subjects to starvation and low-calorie ketogenic and nonketogenic diets. J Clin Invest. 1976;58(3):722-730. doi:10.1172/JCI108519

 

Palavras-chave:

  • SAÚDE
  • ALIMENTAÇÃO
  • PROTEÍNA
  • EMAGRECIMENTO
  • NUTRIÇÃO

Qual sua avaliação para o texto acima?